Monthly Archives: abril 2017

24 04, 2017

Servidor empolado

2017-04-24T04:10:40+00:00 24 de abril de 2017|0 Comments

Não adianta nem me abandonar/ Porque mistério sempre há de pintar por aí/ Pessoas até muito mais vão lhe amar/ Até muito mais difíceis que eu pra você/ Que eu, que dois, que dez, que dez milhões,/ todos iguais…  (Esotérico - Gilberto Gil) Nada sei de poemas. Arrisco uma vez que outra e dou uma

18 04, 2017

Transplante fraterno

2017-04-18T19:33:59+00:00 18 de abril de 2017|0 Comments

Podem achar que é por vaidade, não me importo. Sempre que leio no CB matéria com a qual tenho algum vínculo, busco registrá-la neste blog. E não são necessariamente reportagens sobre o Teatro Mapati. Agora mesmo, nesse domingo, 16 de abril, a Revista do Correio referiu uma pessoa que admiro, que considero, que respeito, que

13 04, 2017

Prova dos nove

2017-04-13T04:02:11+00:00 13 de abril de 2017|0 Comments

Doze de outubro, muito longe, seis meses, até lá trajetória acidentada para todos e todas. Acelerarei o calendário festejando desde logo o Dia das Crianças. Comemoro a data, primeiramente um viva às minhas netas: Aline - entra na dança, mesmo já havendo rompido a marca dos vinte anos; Sophia - a segunda da fila, pianista, dez

6 04, 2017

Poemas de um piauiense desgarrado (VI)

2017-04-06T01:58:14+00:00 6 de abril de 2017|1 Comment

Já contei aqui e repiso. Exatamente no dia do massacre, eu me encontrava em viagem a serviço, hóspede do Hotel Guanabara, então em fase de generalizadas obras de melhoria, abarcando quase todos os andares. A escolha pelo pernoite no centro do Rio de Janeiro se devera à proximidade com a Regional do Bacen, frente também