Arte sobre rodas

“(…) Levar cultura por todo Brasil, abrangendo praticamente qualquer localidade por mais inacessível. O caminhão é um teatro que vai até o público, com toda a estrutura necessária (microfones, equipamentos de som e iluminação), e se presta à apresentação
nas ruas, sem limite de plateia. Nesse palco móvel o Mapati percorreu até hoje mais de 150 (cento e cinquenta) cidades (…).

“Num périplo que já dura (…) mais de 14 anos, atravessou
os seguintes estados: Acre, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe, São Paulo
e Tocantins (…).”

São trechos do histórico do Mapati no referente ao caminhão-palco
da companhia. À medida que minha memória for dando (é Ford
ou Chevrolet?) sinais de vitalidade – o que será difícil vez que não sou mais nenhum menino -, pretendo contar alguns “causos” dessas viagens,
no caminhão-palco, o qual, aliás, é da marca Mercedes Benz.

A quase totalidade dessas jornadas recebeu patrocínio, mas em todas elas os espetáculos eram gratuitos.

Neste 2013, ainda não viajamos, mas vamos retomar o projeto brevemente.

FIG1post4

 

10 de setembro de 2013

(004)

mmsmarcos1953@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *