Sem categoria

Memórias/Memorialistas (LVIII)

http://obviousmag.org/archives/2007/06/o_corpo_humano.html A morte, na sua indiferença absoluta, é o limite da sedução dos engajamentos sociais. Por isso, ela tem o poder de fechar feridas, enterrar ternuras e inaugurar saudades. (Roberto Damatta) Arrematei a postagem anterior, que com esta se coliga em todo o seu enredo, com a declaração de que não uso luvas, nem as …

Memórias/Memorialistas (LVIII) Leia mais »