Obsessões musicais (X)       

Obsessões musicais (X)       

O tédio, essa eternidade sem conteúdo, esta felicidade sem gozo,
esta profundidade superficial, esta saciedade faminta.

(Kierkegaard)

Fantástico costuma mostrar bobajadas, mas em linhas gerais rolam sacações boas na concepção do programa – o Tadeu Schimdt é uma delas. De par com o detalhe de haver passado por Brasília como morador, formação universitária no Uniceub, o homem é da família da lenda do basquete Oscar Schimdt, duas pessoas que se amam fraternalmente nas alturas dos mais de 1,90m que cada um ostenta.

No programa dominical, o quadro dos gols é decerto incrementado pela simpatia/empatia do apresentador, de mistura com aqueles bonecos moldados no exagero da paixão, seja pelo ambiente entusiasmado de vitória do time, seja pelo degredo quando o cavalinho resfolega na última fila da cerquinha do hipódromo entupido de torcedores (e torcedoras) implacáveis.

Advogado ficto, empano a fileira de quem passou ou passa pelo curso de Direito da UnB. No entanto, sempre me interesso pelo conjunto de regras insculpido (aprendi essa palavra lá) naquele livrão que o rio-grandense-do norte traz a lume em excepcionalidades para atender aos pedidos de música (no Fantástico) feitos por atletas que não se encaixam na situação de fazer três gols na mesma partida acontecida no domingo em foco.

Daí que, num descuido do Tadeu e para dirimir dúvidas minhas acerca da matéria, compulsei aquele normativo que toma a telinha quase toda da TV, mais extenso e analítico do que nossa Constituição cidadã (seria reconfortante dispormos de um Ulysses Guimarães para arrostar a indigência dos dias de hoje). Nessa consulta, lobriguei dispositivo regulamentar (artigo 1.283, parágrafo 47, inciso 245), aplicável por analogia, segundo o qual é permitido repetir a cantora quando a interpretação e a música forem arrebatadoras.

Em referência à postagem inaugural destas obsessões (nº 220, de 24/11/2016), seguem dois links que vão direcionar para a mesma música: a primeira, gravada em estúdio da BBC, técnica apurada; a outra, emoção destroçante.

Você gosta de suas garotas insanas…

 

Born To Die

Feet don’t fail me now
Take me to the finish line
All my heart it breaks every step that I take
But I’m hoping that the gates
They’ll tell me that you’re mine

Walking through the city streets
Is it by mistake or desire?
I feel so alone on a friday night
Can you make it feel like home
If I tell you you’re mine

It’s like I told you honey

Don’t make me sad, don’t make me cry
Sometimes love’s not enough
When the road gets tough
I don’t know why
Keep making me laugh,
Let’s go get high
The road’s long, we carry on
Try to have fun in the meantime

Come and take a walk on the wild side
Let me kiss you hard in the pouring rain
You like your girls insane
Choose your last words
This is the last time
Cause you and I

We were born to die

Lost but now I am found
I can see but once I was blind
I was so confused as a little child
Tried to take what I could get
Scared that I couldn’t find
All the answers honey

Don’t make me sad, don’t make me cry
Sometimes love’s not enough
When the road gets tough
I don’t know why
Keep making me laugh
Let’s go get high
The road’s long, we carry on
Try to have fun in the meantime

Come and take a walk on the wild side
Let me kiss you hard in the pouring rain
You like your girls insane
Choose your last words,
This is the last time
Cause you and I

We were born to die
We were born to die
We were born to die

Come and take a walk on the wild side
Let me kiss you hard in the pouring rain
You like your girls insane

Don’t make me sad, don’t make me cry
Sometimes love’s not enough
When the road gets tough
I don’t know why
Keep making me laugh,
Let’s go get high
The road’s long, we carry on
Try to have fun in the meantime

Come and take a walk on the wild side
Let me kiss you hard in the pouring rain
You like your girls insane
Choose your last words
This is the last time
Cause You and I

We were born to die
We were born to die

– Lana Del Rey –

#Kierkegaard    #Born To Die    #Lana Del Rey    #Fantástico
#Gols da rodada    #Tadeu Schimdt
#Oscar Schimdt    #cavalinho    #Uniceub    #UnB    #Constituição cidadã
#Ulysses Guimarães    #BBC    #garotas insanas

10/12/2017

(270)

mmsmarcos1953@hotmail.com

2017-12-11T12:19:59+00:0010 de dezembro de 2017|0 Comments

Leave A Comment