Obsessões musicais (XI)

Obsessões musicais (XI)

Vindo de tradições ibéricas e da própria commedia dell’arte, o carnaval se consolidou no Rio de Janeiro através das tias baianas. Vindas quase sempre da Bahia, essas matriarcas negras de comunidades populares que usaram a música como instrumento de poder acabaram por re-inventar o samba na nossa cidade. O carnaval veio também de seu oposto aparente, as procissões católicas impregnadas por espírito popular de mestiçagem religiosa e musical. Essas procissões pareciam desfiles de rancho, os precursores das escolas de samba cariocas…

(Cacá Diegues)

 

Caía a tarde (AB) dessa terça-feira e nenhum habitante de Brasília fizera comentário a respeito do viaduto espraiado pelo trecho do eixão a cobrir a Galeria dos Estados, onde cada clarão é como um dia (CB). Todo mundo no cerrado somente falava de carnaval.

Eu, não. Nem quero saber da chamada folia de Momo, falarei de outras coisas. Por exemplo

– comunicar que o Mapati estará no Parque da Cidade, Estacionamento 4, nos dias 10 (sábado) e 12 (segunda-feira) deste fevereiro, a partir das 14h. Lá, naquele retângulo cimentado que semelha as pistas de ultraleve, será realizado o Carnapati, baile destinado às crianças (mas também aos adultos, até pela trilha sonora);

– divulgar que o evento, público, gratuito, apoio da SeCult do DF, receberá como participantes da festa, entre outros e outras atrações não menos importantes, a Martinha do Coco;

–           e o Philippe Seabra, da Plebe Rude…

… e por último confessar: uma das músicas de carnaval que desde a minha adolescência (portanto, há pouco tempo) mais me “perturbam”, inclusive os Lá, lá, lá, lá, la, lá,  é a obra prima do Umberto Silva e do Pedro Sette:

Até Quarta Feira

Lá, lá, lá, lá, la, lá,
Lá, lá, lá, lá, la, lá,
Lá, lá, lá, lá, la, lá, lá, la, lá.
(bis)

Este não ano vai ser,
Igual aquele que passou,
Eu não brinquei,
Você também não brincou,
Aquela fantasia,
Que eu comprei ficou guardada,
E a sua também, ficou pendurada

Mas este ano está combinado,
Nós vamos brincar separados.
(bis)

Se acaso meu bloco,
Encontrar o seu,
Não tem problema,
Ninguém morreu,
São três dias de folia e brincadeira,
Você pra lá e eu pra cá,
Até quarta feira.

Lá, lá, lá, lá, la, lá,
Lá, lá, lá, lá, la, lá,
Lá, lá, lá, lá, la, lá, lá, la, lá.

07/02/2018

(274)

mmsmarcos1953@hotmail.com

2018-02-08T07:01:06+00:008 de fevereiro de 2018|0 Comments

Leave A Comment