Poemas de uma paulista desgarrada (VII)

Poemas de uma paulista desgarrada (VII)

Eu não sou/direita ou esquerdista/social ou comunista/
sou do partido do artista/
que respeita ponto de vista/
contra o egoísta/e o capitalista/
onde ser feliz está na lista/como verdade e missão/
de quem diariamente/
reverencia são jorge/
mas antes salva o dragão.
(Marina Mara)

Abuso meu esse negócio de envolver na saga de três poetas minha pessoa, escrevinhador medíocre de histórias que não se acomodam em versos.
Ainda mais em se tratando de um trio facilmente encaixável no mundo da música, porquanto as letras já estão aí – quer dizer, aqui – à disposição de quem pretende agregá-las a melodias.

A da epígrafe, a MM, enaltece o mocinho, que não é o cavalo branco de Napoleão, sem detrimento da imagem e reputação do bandido que cospe labaredas, mas não oprime comunidades desassistidas, que nem sabe a rigor o que é um AR-15.
Daí não haver sido ele, o dragão da maldade nem tão malvado assim, quem ultrajou o poeta conforme ficamos cientes através do “BO” abaixo reproduzido.

Hoje cheguei na favela
e senti algo errado
Recebi uma ligação:
“entraram no seu barraco”
arrebentaram a janela
levaram um bocado (de coisa-matéria)
pensei em merecimento
em (in)justiça
em crack
em pilantragem
em falta de informação
em (falta de) compreensão
em você
em revólver
em odor de tragédia.
Mundão bateu na minha cara de novo
(Magu Diga How)

https://pixabay.com

Diante da narrativa desse horror corriqueiro, a paulista desaforada (escolham a acepção que lhes aprouver) vai em socorro do afrontado (e igualmente de nós todos e todas) e lapida a terceira pedra preciosa, a qual ela denomina de “Rappizim pro Magu”, fecho doloroso mas sublime desta postagem.

Força, mano
Vida dá na cara
mas só pra lembrar
que é vida.
Anel que vai, dedo que fica.
No sistema bruto da miséria,
a droga da vida trafica.
Mas a rima do poeta segue.
Forte, bela, rica.
27-10-2017
(Dazi Antunes)

 

 

05/11/2017
(266)
mmsmarcos1953@hotmail.com

2017-11-07T14:48:24+00:00 5 de novembro de 2017|0 Comments

Leave A Comment