BLOG – Memórias/Memorialistas (XXIV) [simples assim, criança não mente] BLOG – Memórias/Memorialistas (XXIII) BLOG – Poemas de uma paulista desgarrada (IV) BLOG – Memórias/Memorialistas (XXII) BLOG – Memórias/Memorialistas (XXI)

BLOG – Memórias/Memorialistas (XXIV)

Me desprendi do Baú de ossos.

De conseguinte, começou minha síndrome de abstinência – tonturas, calafrios, vertigens, suor frio, mal estar generalizado. Fui superando a crise à medida que lobrigava no horizonte o segundo volume das memórias. Fi-lo (vejam que nesse ponto não renuncio à linguagem formal) a…

[simples assim, criança não mente]

Conto narra a saudade de uma década criativa, onde a infância era infância.

BLOG – Memórias/Memorialistas (XXIII)

Largar na estante o Baú de ossos, não processando mais um episódio do início do século passado. É promessa que faço ao Pedro Nava – sem ele perceber que cruzo os dedos. Não me envergonho disso, dessa mentira sincera, não é mesmo, Cazuza?

BLOG – Poemas de uma paulista desgarrada (IV)

Tanto na Cidade Maravilhosa quanto na Rainha do Planalto – melhor tirar isso, pode dar confusão; vamos de Capital da Paz. -, minha infância e adolescência se desenrolaram ao som permanente da vitrola (o que vem a ser isso?). Portador de claudicante memória, registro no entanto com segurança que, entre os LPs do meu pai, os então chamados bolachões, ocupavam lugar de destaque os do Noel Rosa e os do Wilson Batista na famosa polêmica entre os dois geniais compositores…

BLOG – Memórias/Memorialistas (XXII)

No apanhado anterior de descrições – que não se limitam em ser fisionômicas – me fixei num personagem somente, o Dr. Belisário. Para a forja do atual, amontoarei pessoas e um causo. Assim procedo obcecado pela magia cirúrgica do Pedro Nava vivificando essa turma como se todos e todas estivessem materializados em nosso tempo, à nossa vista, desfilando para nós, plateia extasiada. Um mosaico, cenas pospostas…

BLOG – Memórias/Memorialistas (XXI)

Mesmo para quem não sabe escrever, não é tão difícil tocar um blog: é só transcrever.

Há muito que emprego aqui tal “estilo de literatura” (vide postagem Riquixá). Que, por outro lado, tem suas regras, inclusive a de obediência ao direito autoral (coisa sagrada). Não sem algum critério, insta garimpar (ou melhor, abeberar) textos dos grandes mestres das letras provocando entusiasmo nos desapercebidos, eventuais leitores e leitoras daqui, docemente conduzidos à matéria evocada por este blogueiro pretensioso…

Cia Teatral Mapati / Espaço Cultural Mapati

Oficinas artísticas

O Espaço Cultural Mapati oferece grade com diversas oficinas artísticas que vão desde iniciação teatral, dança contemporânea à capoeira. Saiba mais.

More

Festas teatrais

Faça a sua festa ou a de seu filho no teatro. Festas com foco na programação cultural, em que estão inclusos custos com espaço físico (teatro mapati), animação, espetáculo teatral, buffet natural, entre outros. Mais informações: (61) 3347 3920 | 9119 2882 | 9134 0440 | 8136 3035

Oficina técnica de teatro

O Espaço Cultural Mapati disponibilizará oficina técnica em teatro. Saiba mais.

Teatro corporativo / teatro nas empresas

Quer trabalhar uma palestra de forma diferenciada? Com vigor e animação? Núcleo de teatro corporativo do Mapati oferece diversas esquetes e peças teatrais sobre acidentes de trabalho, motivação, SIPAT etc. Saiba mais.

More